Carregando

Carregando - Soprano

Cotação

0

Solicitação de Orçamento

Você adicionou um item à sua solicitação de orçamento:

Adicione itens para continuar.


Resumo da sua solicitação de orçamento


Qtd. Produto Código

Quase lá! Informe seus dados para finalizar a solicitação:


Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso

Sua solicitação foi enviada com sucesso!

Fique atento ao seu e-mail, em breve você receberá o retorno do seu orçamento.

Downloads

0

Meus downloads

Faça download dos arquivos selecionados.

Adicione itens para continuar.

Quase lá! Informe seus dados para finalizar a solicitação:


Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Download concluído

Bem-estar e Saúde

Casa

5 estratégias para aumentar as vendas de utilidades para casa no seu varejo

Tempo de leitura: 9 minutos

Manter as vendas em alta não é uma tarefa simples, porém é essencial para o negócio ter uma boa saúde financeira. Felizmente, quem vende utilidades para casa tem boas notícias: esse é um mercado que segue aquecido, como mostram dados da Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes, Utilidades Domésticas, Festas e Flores (ABCasa).

 

Segundo o órgão, a receita da indústria nacional de artigos para casa e decoração no mês de junho foi de R$ 1,6 bilhão. O aquecimento no setor também é observado no varejo de artigos para casa e decoração, que cresceu 28,4% em junho em comparação ao mês de maio, totalizando R$ 4,6 bilhões em receita.

 

Segundo especialistas, esse aumento se deu pelo isolamento social provocado pelo COVID-19. Muitos tiveram que comprar novas utilidades para montar escritórios em casa, como cestos organizadores, ou para transformar o espaço em um local mais agradável. “Já que não podem viajar, sair, ir a bares e restaurantes, estão gastando com artigos para o lar, para terem mais conforto”, afirma o presidente da ABCasa, Eduardo Turqueto. 

 

Surge, então, a dúvida: como aproveitar esse momento propício para vender ainda mais? A seguir, você encontra motivos para investir nesse setor e como aumentar o seu faturamento. 

 

Por que investir na venda de utilidades para casa? 


Como vimos, esse é um setor em alta. Com a pandemia, muitas pessoas transformaram parte de suas casas em um home office. E engana-se quem pensa que essa tendência vai acabar com o avanço da vacinação: diversas empresas já afirmaram que vão continuar com esse modelo de trabalho no pós-pandemia. 

 

Isso abre diversas possibilidades para quem vende utilidades para casa. Afinal, as pessoas precisam repensar seus espaços para unir conforto e praticidade nos escritórios. Isso envolve uma reestruturação de todo o local, com ênfase na organização e melhor aproveitamento do espaço disponível. 

 

Esse pensamento não fica restrito apenas ao escritório. A tendência é que o lar seja repensado para ser prático e confortável, otimizando o tempo durante as horas trabalhadas e proporcionando conforto nos momentos de lazer. Na hora do almoço, por exemplo, um porta talheres de pia ajuda na hora de lavar a louça e a lixeira de cozinha permite uma rápida arrumação sem tomar muito tempo da pausa.


 

Conheça 5 estratégias para aumentar as vendas de utilidades para casa no seu varejo 


Muitos revendedores acreditam que, por esse segmento estar em alta, não é preciso fazer muito para vender os produtos. No entanto, isso não é verdade: é preciso pensar em estratégias para se destacar no mercado e se tornar referência entre os clientes.  

 

Além disso, também é importante ter um plano tático para ajudar a resolver uma série de problemas. Entre eles, promover produtos com baixo giro na loja e destacar seus serviços em relação aos concorrentes. Em um mercado tão competitivo como o atual, cada detalhe conta.

 

Se você tem dúvidas de como aumentar as vendas de utilidade para casa, ou quer melhorar o seu plano, confira 5 estratégias que vão ajudar o seu negócio:

 

1 - Entenda o seu público-alvo

 

O primeiro passo é entender quem é e quais são as necessidades do seu público-alvo. Esse conceito é muito utilizado nas equipes de Comercial e Marketing e refere-se à parcela da sociedade para quem o seu negócio deve direcionar as ações de venda. 

 

Ou seja: pessoas que tem tudo a ver com os interesses da sua empresa e que são potenciais consumidores dos produtos ofertados. No caso de vendas de utilidades, seu público-alvo são pessoas que possuem uma certa renda que permite investir em mais conforto e praticidade em seus lares. 

 

Um erro bastante comum é “atirar para todos os lados” — querer atingir todos os perfis para aumentar suas chances de vendas e lucros. Na verdade, tal estratégia tem efeito contrário: é muito mais eficaz segmentar e direcionar as ofertas para um público específico do que para vários. Por exemplo, os cestos organizadores estão disponíveis em 3 tamanhos, devido a isso, é importante entender como será a utilização e o local onde ficará armazenado para indicar a melhor opção.


 

Se você ainda não sabe quem é o público-alvo do seu negócio, é preciso pesquisar. Isso vai permitir que você enxergue oportunidades de atuação, além de conhecer os pontos fortes e fracos da concorrência. Acesse portais do segmento, como o ABCasa, e frequente feiras e exposições. Esses eventos reúnem muitas empresas do ramo e mostram como os consumidores se interessam pelas soluções.

 

2 - Comprove o custo-benefício dos produtos 

 

Outro ponto importante é apresentar o custo-benefício dos produtos para o consumidor final. Ele precisa entender que o valor não é a única característica que precisa ser levada em consideração, e é dever do revendedor mostrar isso. 

 

Isso significa mostrar que os produtos ofertados possuem um preço acessível para itens de qualidade e com design moderno e atemporal. Eles combinam com todos os ambientes e facilitam a rotina, deixando tudo mais prático e funcional. Todos os lares possuem produtos de utilidade, o grande diferencial está na qualidade e no valor agregado que os seus itens oferecem em relação à concorrência. 

 

Revendedores da Soprano conseguem fazer facilmente essa comparação. Eles podem citar a linha Zen como reflexo de toda a marca, pois oferece produtos com design moderno e valor acessível. Por exemplo, os produtos de pia de cozinha facilitam muito a vida doméstica. O organizador de pia e porta-talheres tem duas possibilidades de uso, design exclusivo, livre de bisfenol, porta-esponja com escorredor e grade interna removível para armazenar os talheres enquanto eles secam. 

 

Essas características ajudam o revendedor a comprovar o custo-benefício dos produtos, o que aumenta a confiança dos consumidores. Logo, é uma importante estratégia de vendas para utilidades. 

 

3 - Tenha uma equipe de vendas qualificada 

 

Não temos como falar de aumentar as vendas sem dedicar um tópico para a equipe responsável por isso. Esses colaboradores refletem o seu negócio, então precisam ser confiáveis e bem treinados para trazerem os resultados esperados. 

 

Também é preciso motivá-los para manter essas pessoas na empresa. Afinal, não tem como as vendas aumentarem se os coordenadores precisam sempre ensinar os processos do zero para novos vendedores. 


 

Pode parecer trabalhoso, mas formar uma equipe de vendas de alta performance é essencial para o sucesso do seu negócio. Algumas etapas são fundamentais neste processo: 

· Defina um líder para gerenciar o time comercial, alguém que consiga direcionar os colaboradores nas melhores técnicas e tenha boas habilidades socioemocionais.

· Estabeleça quais são as métricas que serão acompanhadas. É o número de vendas por mês? Ticket médio das transações? Os vendedores precisam saber o que será cobrado deles de maneira clara, com metas a curto, médio e longo prazo.

· Reconheça o sucesso e o esforço do time. O “salário emocional”, que engloba elementos que influenciam a satisfação com o trabalho, é muito determinante para o desempenho das vendas. Por isso, os gestores precisam estar próximos dos colaboradores, cultivando um ambiente de respeito e reconhecimento.

 

· Essas ações não podem acontecer apenas uma vez. Ter uma equipe de vendas qualificada exige trabalho constante, assim como o investimento em treinamentos. O comportamento do consumidor está sempre mudando e o seu time precisa estar a par das novas tendências e técnicas para aumentar a venda de utilidades.  O vendedor deve estar preparado para entender e responder às dúvidas dos clientes e identificar qual produto se enquadra melhor na necessidade dele.

 

4 - Exponha os produtos de forma atrativa

 

Aos poucos, com o avanço da imunização, as pessoas estão voltando às ruas. Esse aumento da circulação faz com que os vendedores repensem a exposição dos itens nos pontos de venda (PDV). 

 

A organização do ambiente é um dos fatores responsáveis por determinar como o cliente se relaciona com a loja e pode aumentar as “compras de momento”. Por exemplo, se o cliente sai à procura de bolsas térmicas e, no meio do caminho, encontra marmitas de vidro, ele pode considerar levar os dois produtos em vez de só o primeiro.

 

Outra dica muito boa é usar a iluminação e o posicionamento para produtos em destaque. Pode ser o lançamento de uma nova linha ou uma promoção imperdível: coloque os itens em um nível acima dos outros ou aprimore a decoração para direcionar o olhar do consumidor. Além disso, é importante posicionar os produtos evidenciando os diferenciais, as lixeiras de 4L e 5L, por exemplo, é importante deixar pelo menos um item demonstrando como o porta-sacos pode ser utilizado.

 

5 - Torne-se referência no assunto

 

Por fim, é preciso tornar-se referência em utilidades para casa. Como vimos no início do texto, este setor está com bastantes oportunidades — mas é preciso se destacar para aumentar suas vendas. 

 

A melhor forma de fazer isso é estudar e estar sempre atento às tendências do mercado. Isso envolve não só um conhecimento dos produtos em si, mas de decoração e hábitos da vida doméstica. Sites como Pinterest ajudam na visão criativa, enquanto o contato com os fornecedores das utilidades, leitura de catálogos e presença em eventos contribuem para expandir seu conhecimento. 

 

Saiba que todo mundo tem um problema que precisa ser resolvido. O seu público não te vê enquanto revendedor, e sim como um potencial solucionador de problemas. Seja com cestos organizadores ou porta sabonete para banheiro, você precisa mostrar que sabe resolver a dor do seu cliente.

 

Esperamos que essas dicas ajudem o seu negócio a aumentar as vendas de utilidades para casa. Quer conhecer outras estratégias? Aprenda como vender mais e melhorar o giro do seu estoque.


Publicado por Soprano, dia 17/06/2021

Ficou com alguma dúvida?

Fale Conosco

Fique por dentro

Receba nossas newsletters com novidades e promoções!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.