Carregando

Carregando - Soprano

Cotação

0

Solicitação de Orçamento

Você adicionou um item à sua solicitação de orçamento:

Adicione itens para continuar.


Resumo da sua solicitação de orçamento


Qtd. Produto Código

Quase lá! Informe seus dados para finalizar a solicitação:


Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso

Sua solicitação foi enviada com sucesso!

Fique atento ao seu e-mail, em breve você receberá o retorno do seu orçamento.

Downloads

0

Meus downloads

Faça download dos arquivos selecionados.

Adicione itens para continuar.

Quase lá! Informe seus dados para finalizar a solicitação:


Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Download concluído

Bem-estar e Saúde

Casa

Aprenda como expor os produtos das linhas Zen para atrair clientes

Tempo de leitura: 9 minutos

Os consumidores, quando saem às ruas, são bombardeados com diferentes estímulos. Essa briga por atenção torna a exposição impecável, para atrair o olhar do cliente e convencê-lo de que ele vai encontrar o que precisa naquele estabelecimento, seja uma grande aliada dos lojistas.

 

Você deve conhecer o ditado "a primeira impressão é a que fica", certo? Ele não diz respeito apenas a pessoas. É por meio da exibição dos produtos que você impacta o consumidor pela primeira vez, então ela é decisiva para os próximos passos da compra. Dessa forma, o gestor deve incluir ações no planejamento para montar uma exposição mais atraente.

 

Está meio perdido? Não se preocupe. Elaboramos esse infográfico com seis dicas para criar uma vitrine impecável. 

 

Como criar uma exposição impecável 


Certos cuidados precisam ser tomados na disposição dos produtos — mas o trabalho não acaba por aí. Depois que você atraiu o cliente, os produtos precisam estar no lugar certo e sua equipe deve estar pronta para tirar todas as dúvidas. 

 

Lembre-se que a vitrine é apenas o primeiro passo. Para finalizar a compra e reter o consumidor, toda a experiência do cliente precisa ser impecável. 

 

Conheça seu público-alvo


Criar uma exposição impecável não começa pela distribuição dos produtos. Essa, na verdade, costuma ser uma das etapas finais. Primeiro, o proprietário precisa conhecer bem a sua clientela — ou seja, o público-alvo da loja. 

 

Muitos estabelecimentos pecam pelo excesso. Eles querem atingir todos os perfis para aumentar suas chances de vendas e lucros. Isso traz uma série de problemas, incluindo uma exposição poluída, com excesso de informação e sem uma ordem clara. Tal estratégia confunde o consumidor e dificulta a memorização da marca. 

 

Por isso, é preciso fazer um estudo aprofundado de quem é o público-alvo do negócio. Qual é a faixa etária, o gênero predominante e informações sobre a vida pessoal: quantas pessoas dividem a casa, a média salarial e padrões de compra.

 


Por exemplo: se o seu público-alvo são mulheres entre 30 e 40 anos, que possuem uma família de 3 a 4 pessoas, não adianta criar uma vitrine focada em pessoas mais jovens e solteiras. É preciso destacar produtos para esta realidade, como lixeiras maiores e cestas dispenser de pia. 

 

Caso o gestor não conheça sua clientela, ele deve dar um passo atrás e pesquisar. Além de observar quem faz compras regulares no estabelecimento, ele pode encomendar uma pesquisa ou pedir para os clientes preencherem um formulário. 

 

O conhecimento também pode vir de fontes externas, como associações de varejo, feiras e exposições. Esses eventos reúnem muitas empresas do ramo e mostram como os consumidores se interessam pelas soluções.

 

Elabore uma boa comunicação visual do PDV

No ponto de vendas, também conhecido como PDV, o cliente deve se sentir confortável, entender a concepção da marca e perceber sem esforço o casamento entre os elementos expostos. 

 

Este é o local em que o consumidor decide se está confortável o suficiente para se concentrar apenas na compra. Logo, cabe ao lojista apresentar os produtos da melhor maneira para facilitar esse processo. 

 

O ambiente visual da loja é a oportunidade ideal para criar essa diferenciação. O visual merchandising (VM) cuida de todos os aspectos referentes à imagem e comunicação do estabelecimento. Ou seja: layout, iluminação, temperatura, cores, sons… Enfim, a atmosfera de compra. 

 

Se você quer vender uma linha de produtos zen, por exemplo, não pode optar por cores fortes ou música agitada. Tudo deve ser pensado nos mínimos detalhes, para que cada item converse com o público e entregue uma ótima experiência de compra.

 

Mantenha os produtos limpos e organizados


Essa pode parecer uma dica óbvia, mas não é. Com a correria do dia a dia e o alto fluxo de consumidores, as utilidades para casa acabam fora de seus lugares originais. Isso sem contar a poeira e outras sujeiras.

Por isso, é importante ter pessoas do time dedicadas à arrumação e limpeza do lugar. Ninguém gosta de ficar em um espaço bagunçado, muito menos para fazer compras. Tal situação passa uma impressão negativa para o cliente, que fica irritado com mais facilidade, e minimiza as chances de retenção, além disso, essas situações deixam os diferenciais dos produtos em segundo plano.

 

O ideal é optar por vitrines e gôndolas cleans. Existem profissionais especializados na arrumação desses espaços, que garantem a harmonia geral dos produtos. O objetivo é apresentar um quadro geral equilibrado, em que as peças conversam entre si. Nesses casos, menos é mais — e facilita na limpeza e organização. 

 

Fique de olho no calendário 


Datas comemorativas costumam aumentar o fluxo de clientes. Seja Natal, Dia dos Namorados ou Dia das Mães, a tendência é que as famílias procurem itens para presentear os entes queridos. Sua loja deve aproveitar esses momentos sazonais para oferecer opções de presentes e destacar os produtos que condizem com estas datas.

 

Por se tratar de um espaço que pode ser alterado, o mais recomendado é inovar e sempre trocar as composições das peças. Quando você une essa prática ao calendário comemorativo, as chances de sucesso são ainda maiores! 

 

Por exemplo, Dia das Mães. Nesta data, os presentes costumam ser focados em utilidades para casa e na praticidade do dia a dia doméstico. Aproveite para destacar os produtos da linha Zen da Soprano, que são modernos e atemporais ao mesmo tempo. Eles combinam com vários estilos de decoração e ajudam a facilitar a rotina diária deixando tudo mais prático, organizado e o ambiente mais agradável.

 

Tais características vão direto para a sua vitrine, atraindo o olhar de quem passa. Então, que tal montar um cômodo da casa, como o banheiro? Dessa forma, você consegue dispor itens como a lixeira, o porta-sabonete e os cestos organizadores. 

 

As datas comemorativas são uma excelente oportunidade para atrair novos clientes com vitrines decoradas de acordo. Aproveite o calendário sazonal para divulgar produtos de qualidade com valor acessível. A linha Zen combina com todos os perfis de cliente e possui um ótimo custo-benefício, garantindo a movimentação de estoque e uma boa experiência de compra.


Iluminação também importa 


Não são apenas os produtos que compõem a vitrine impecável. Fatores como cores e iluminação são parte essencial da experiência e devem ser considerados na hora de criar a exibição. 

 

A iluminação ajuda a passar a mensagem que a loja quer. Os produtos da linha Zen, por exemplo, pedem cores mais claras e não tão fortes, para passar uma sensação de calmaria e relaxamento. Se o seu objetivo é mostrar utilidades de escritório, o cenário seria composto de forma diferente. 

 

Uma forma bem simples de usar as cores em prol das utilidades para casa é usando um círculo cromático. Também conhecido como roda ou círculo de cores, essa ferramenta permite compreender como diferentes tonalidades se relacionam.

 

O círculo é composto por 12 cores, todas dispostas lado a lado em uma posição fixa — na mesma ordem do espectro cromático. As cores são divididas em três grupos:

 

·   Primário: Azul, vermelho e amarelo, as três tonalidades que dão origem a todas as outras;

·   Secundário: Três cores resultantes da mistura das primárias. Ou seja: laranja (vermelho + amarelo), do verde (azul + amarelo) e do roxo (azul + vermelho);

·   Terciário: Cores resultantes da mistura de cores primárias com secundárias. Por exemplo, o turquesa, que é a união do azul (primária) com o verde (secundária).

 

Também tem uma categoria “extra”, que conversa com os produtos das linhas Zen. São as cores neutras, as tonalidades de branco, bege, cinza, preto e marrom. Esse grupo passa uma sensação de relaxamento e tranquilidade, especialmente as mais claras.

 

Dentro do círculo cromático, as duas cores vizinhas da cor selecionada são chamadas de cores análogas. É possível usar as três em uma mesma composição para obter um resultado harmonioso. Se você estiver em busca de contraste, o mais recomendado é escolher a cor que está no oposto da cor selecionada – ou seja, sua cor complementar.

Quem quer uma decoração monocromática, que combina com a linha Zen, a dica é aposta no tom sobre tom para dar profundidade a decoração. Aqui, o desfio é usar itens da mesma cor, em diferentes tonalidades, para criar um espaço atrativo e aconchegante.

 

 

Treine seu time 


Por fim, o treinamento de equipe. Como vimos nos tópicos anteriores, criar uma vitrine impecável não é só sobre colocar produtos em exibição. É envolver todo o time para garantir que a experiência do cliente seja excelente do início ao fim. 

Isso inclui treinar o time de vendas. Esses colaboradores são a personalização do seu negócio no dia a dia, quem conversa com os consumidores. Logo, é necessário investir em treinamento para vender utilidades para casa e garantir a retenção. 



Pode parecer trabalhoso, mas formar e reter a equipe de alta performance é essencial para o sucesso do seu negócio. Isso inclui estabelecer as métricas individuais e de grupo, ter um bom salário base e uma cultura de feedbacks construtivos. Colaboradores satisfeitos trabalham melhor e contribuem para a experiência do cliente.

 

Vendedores preparados vão conseguir entender o que os clientes buscam e qual o produto que melhor se adequa as necessidades dele, muitas vezes, um consumidor sabe apenas sobre o problema que quer solucionar, porém não tem conhecimento sobre o produto que melhor se encaixa para a sua necessidade. Uma dica, ou uma explicação sobre os diferenciais de cada item, faz toda a diferença na hora da decisão.

 

Gostou dessas dicas? Então aqui vai outra: confira neste link algumas dicas para ajudar o seu cliente na hora da escolha!


Publicado por Soprano, dia 15/07/2021

Ficou com alguma dúvida?

Fale Conosco